notícias

Associadas da Ajor estão entre iniciativas apoiadas pelo Youtube em programa global

por | ago 10, 2021

As iniciativas de jornalismo digital Alma Preta, Revista AzMina e Canal Reload (capitaneado pela Agência Pública), associadas da Ajor, foram selecionadas para participar do Sustainability Lab para Redações Nativas Digitais, um programa global do Youtube, que oferece suporte para que esses veículos possam iniciar e expandir suas operações de vídeo.
As organizações selecionadas receberão um grant, além de participarem de workshops facilitados pelo Youtube, com outras iniciativas do mundo todo, e contarem com o treinamento individual de especialistas. 

Alma Preta Jornalismo

Agência de notícias, especializada na cobertura nacional e internacional a partir de uma perspetiva racial negra. De acordo com Marina Nascimento, Coordenadora de Projetos do Alma Preta “é muito significativo participar do Sustainability Lab, ter sido selecionado demonstra que estamos no caminho certo. Com este financiamento em inovação, conseguiremos dar um importante passo para o desenvolvimento do nosso trabalho audiovisual no canal da Alma Preta no YouTube. O objetivo é ter mais notícias no formato vídeo informando a nossa audiência.”

Revista AzMina

Une jornalismo, tecnologia e inovação para combater a violência contra a mulher. De política à sexualidade, cobre as diferentes temáticas com recorte de gênero, tendo a diversidade e a empatia como valores centrais. “Termos sido selecionadas pelo YouTube representa um enorme passo para nossa organização para podermos estruturar nossa produção de vídeos e alcançar um novo público com o qual ainda não falamos, além de consolidar um novo braço rumo à sustentabilidade financeira da nossa produção jornalística”.

Canal Reload

Canal de notícias focado no público jovem que produz conteúdo a partir das reportagens e checagens de dez organizações jornalísticas: Agência Lupa, Agência Pública, Amazônia Real, Congresso em Foco, Énois, Marco Zero Conteúdo, O Eco, Ponte Jornalismo, Projeto #Colabora e Repórter Brasil. Juntas, essas organizações acumulam mais de 100 prêmios de jornalismo nacionais e internacionais. Apresentado por 13 jovens de regiões, raças, sotaques e backgrounds diferentes, o canal é diverso na sua essência. O Reload tem o objetivo de descomplicar as notícias e democratizar a informação com conteúdos inovadores distribuídos pelas redes, como o YouTube.
“Para nós, participar do YouTube Sustainability Lab é uma enorme oportunidade para fortalecer o nosso impacto, aprender como melhor usar esse canal essencial para o público jovem brasileiro e, ainda, trocar experiências com outras iniciativas de todo o mundo que estão reinventando o jornalismo em vídeo e na internet”, comemora Natalia Viana, diretora executiva da Agência Pública e coordenadora geral do Reload.

Confira os demais participantes globais aqui.