notícias

Inscrições abertas para programa de aceleração de negócios jornalísticos

por | jun 14, 2022

 

Imagem conm fundo branco mostra, do lado esquerdo, io texto "GNI Startups Lab Brasil". Do lado direito, se vê uma colagem de uma criança de boina falando por um autofalante. Ela está ao redor de um teclado de computador, um tablwt e uma câmera fotográfica. Abaixo da imagem se vê as logos do Google News Iniatiative, Echos e Ajor.

Em parceria com a Ajor e a Echos, Iniciativa selecionará até 16 veículos brasileiros que receberão até US$ 20 mil em financiamento.

As inscrições para a segunda edição do GNI Startups Lab, programa de aceleração de negócios para startups jornalísticas da Google News Initiative no Brasil, começam nesta terça (14). Iniciativa conta com o apoio da Ajor (Associação de Jornalismo Digital) e do laboratório de inovação Echos

Serão selecionados até 16 veículos brasileiros, que passarão por um período de imersão em formato remoto ao longo de 16 semanas. As organizações receberão até US$ 20 mil cada, além de mentoria, treinamento e workshops sobre tópicos como estratégia, produto, modelo de negócios, vendas e marketing, construção de comunidade e captação de recursos. 

O objetivo do programa é apoiar empreendedores comprometidos com o desenvolvimento de produtos de notícias inovadores orientados pela oferta de jornalismo de qualidade no país, contribuindo ainda para o desenvolvimento do ecossistema de notícias no ambiente digital. As startups selecionadas receberão uma ajuda de custo, orientação e suporte para desenvolver um mínimo produto viável (MVP), além de serem convidados a fazer uma apresentação a investidores. O programa, de abrangência nacional, é direcionado a empresas jornalísticas em estágio inicial de desenvolvimento.

De acordo com Fabiana Zanni, coordenadora do GNI Startups Lab no Brasil, o programa incentiva os empreendedores a analisarem suas empresas dos pontos de vista de produto e modelo de negócio, com a finalidade de chegar a modelos mais viáveis e economicamente sustentáveis. 

“Na prática, os gestores mergulham em questões fundamentais da operação das empresas e são provocados a adotar metodologias e abordagens que podem ajudá-los a  impulsionar seus produtos ou negócios – inclusive mapeando a concorrência e a  audiência para atuação mais assertiva no envolvimento com seu público-alvo. Tudo isso com um acompanhamento próximo e profissional dos especialistas do Google, em parceria com a Echos e a Ajor”, afirma a executiva. 

Além de ajudar as startups selecionadas a inovar e desenvolver novos modelos de negócios, o programa também visa fomentar o aumento da diversidade de vozes no ambiente midiático. 

Das dez organizações selecionadas para a primeira edição do GNI Startups Lab, realizada em 2021, sete são associadas à Ajor: Agência BORI, Agência Tatu, Alma Preta, AzMina, Núcleo Jornalismo, MyNews e Ponte Jornalismo. Também participaram do programa as iniciativas Fervura, São Paulo para Crianças e Galápagos.

Para Maia Fortes, secretária Executiva da Ajor, o programa é uma oportunidade para empreendedores que estão aprimorando seus modelos de negócios e precisam de apoio para pensar em estratégias viáveis de inovação e sustentabilidade. “O ecossistema das startups de notícias no Brasil enfrenta desafios muito particulares relacionados à estrutura financeira, de negócio e de tecnologia. Esperamos que a consultoria especializada, alinhada às demandas de cada organização, ajude a alavancar ainda mais o jornalismo de alta qualidade que é produzido por iniciativas de todas as regiões do país”. 

Conheça os critérios básicos para aplicar ao GNI Startups Lab:

  • Ser uma startup baseada no Brasil com foco em desenvolvimento de produto jornalístico com apuração original ou teor explanatório por pelo menos seis meses antes da inscrição.
  • Startups com foco em um ou mais dos seguintes tópicos: (i) Jornalismo de interesse público (ii) Produção de conteúdo que preencha uma lacuna de informação (iii) Produção de conteúdo local/regional ou a serviço de comunidades específicas (iv) Produção de serviços e conteúdo para comunidades socialmente vulnerabilizadas (v) Exploração de novas maneiras de distribuir e/ou monetizar informações.
  • No momento da inscrição, ter um produto já lançado no mercado e ativo, demonstrando tração por meio de visitas, inscrições e/ou receita.
  • Startups compostas por fundadores maiores de 18 anos. Os participantes devem ser capazes de falar e escrever em português de maneira eficaz.
  • Os fundadores devem estar disponíveis para participar do programa, estando presentes nas aulas, oficinas e sessões de mentoria realizadas virtualmente durante as 16 semanas de duração do programa.
  • Fundadores e startups não devem ser unicamente ou substancialmente administrados ou operados por qualquer pessoa que seja membro do comitê de avaliação do Startups Lab da Google News Initiative, ou por qualquer pessoa que seja parente imediato ou resida na(s) mesma(s) residência(s) de qualquer uma dessas pessoas.

Cada candidato poderá enviar apenas uma inscrição por rodada. Candidaturas múltiplas para a mesma proposta não serão consideradas.

Serviço:

GNI Startups Lab Brasil 2022

Período de inscrição: 14 de junho a 17 de julho de 2022, até 23h59 (horário de Brasília).

Divulgação das startups selecionadas: 01 de agosto de 2022.

Duração do programa: 16 semanas, em formato remoto.

Site para inscrição: gnistartupslab.com.br  

Dúvidas? Entre em contato pelo email gni-startup-lab-br@google.com.