Sobre a Ajor

A Ajor (Associação de Jornalismo Digital) é uma organização da sociedade civil que representa iniciativas brasileiras de jornalismo digital, um ecossistema em constante ampliação, diversificação e impacto no país. Sua missão é fomentar o campo jornalístico, fortalecendo suas associadas e defendendo uma imprensa mais livre, diversa e plural. 

Nossas atividades estão divididas em três eixos de atuação:

Fomento ao empreendedorismo

Criação de mecanismos de suporte para a profissionalização, o desenvolvimento e a segurança institucional das associadas por meio de parcerias, projetos, iniciativas de formação e da organização de espaços seguros de troca de experiências. 

Defesa do jornalismo e da democracia

Acompanhamento de decisões que afetam o exercício do jornalismo profissional, implementação de medidas de segurança jurídica e digital e realização de eventos sobre temas relacionados à missão da Associação.

Foco na diversidade

Fortalecimento de iniciativas de jornalismo digital de fora do eixo Rio-SP, do jornalismo periférico produzido em grandes cidades, e de iniciativas ligadas a grupos sociais historicamente invisibilizados, organização de espaços de formação e suporte para que organizações desenvolvam políticas relacionadas à diversidade.

Nossa história

Em 2017, um grupo de empresas e ONGs se uniu para criar o Festival 3i de Jornalismo Inspirador, Inovador e Independente. As duas edições nacionais e três edições regionais do festival receberam mais de 1.300 profissionais e estudantes e alcançaram uma audiência online de mais de 140 mil pessoas.

Em 2020, com apoio do Centro Knight para o Jornalismo nas Américas a partir de uma doação do Google, as organizações fundadoras do 3i convidaram outras iniciativas jornalísticas para trabalhar na formação de uma nova associação.

A Ajor foi fundada em 3 de maio de 2021, Dia Internacional da Liberdade de Imprensa, com 30 organizações associadas com o objetivo de fortalecer o jornalismo digital. Hoje, a associação conta com mais de 100 membros. 

Nossos objetivos:

  • Promover o jornalismo de qualidade e de interesse público, a liberdade de expressão e de  imprensa e a valorização da atividade jornalística digital; 

  • Servir como centro de discussão e debates para promover o fortalecimento institucional e  financeiro das associadas, a colaboração entre elas, o aprimoramento profissional e a inovação  nas formas de produção, circulação e captação de recursos no jornalismo; 

  • Prestar apoios às associadas quanto à segurança jurídica e digital; 

  • Promover a visibilidade das suas associadas garantindo condições propícias ao exercício de  suas funções jornalísticas, de acordo com as especificidades de cada uma; 

  • Representar as associadas e seus interesses junto aos poderes públicos.

O que fazemos:

  • Promover eventos para a divulgação institucional e o aprimoramento profissional da atividade jornalística;
  • Apoiar e criar projetos, editais e programas de mentoria e incubação para fomentar a inovação no jornalismo, especialmente nas áreas gerencial, estratégica, de marketing e de captação de recursos;
  • Monitorar políticas públicas, temas legislativos e de regulação e jurisprudência de interesse das associadas;
  • Propor ações judiciais em defesa de seus interesses e dos interesses gerais das associadas, sempre que relacionados a seus objetivos;
  • Realizar campanhas e ações para promover os objetivos da associação;
  • Celebrar convênios e parcerias com organizações similares, nacionais ou estrangeiras, com objetivos afins;
  • Celebrar contratos e convênios com instituições de ensino e pesquisa públicas ou privadas para o desenvolvimento de estudos e procedimentos que possibilitem o intercâmbio entre academia e mercado;
  • Publicar conteúdo sobre jornalismo digital em qualquer formato ou plataforma;
  • Constituir fundos ou reservas, inclusive fundo endowment, receber contribuições de seus associados ou de terceiros e/ou gerir recursos por conta e ordem de terceiros para financiamento de suas atividades;
  • Articular ou contratar assessoria jurídica e de segurança digital às associadas;
  • Apoiar o planejamento e execução de projetos jornalísticos de interesse comum das associadas;
  • Expor e demandar punição a redes e agentes que criam desinformação;
  • Criar canais de diálogo entre as associadas e empresas privadas em questões estratégicas para os negócios digitais.

Quem somos:

Conselho Executivo e Deliberativo 

Carol_Monteiro

Carolina Monteiro

Presidente

Formada em Comunicação Social – Jornalismo pela Universidade Federal de Pernambuco (1999), com especialização em Design da Informação pela mesma instituição (2010), master em Jornalismo Digital pelo Instituto Internacional de Ciências Sociais (IICS) e Universidade de Navarra (2010). Tem Mestrado (2012) e Doutorado (2018) em Design, também na UFPE. Cofundadora da Marco Zero Conteúdo e diretora das Escolas de Comunicação e de Gestão, Economia e Política da Universidade Católica de Pernambuco.

Vitor Conceição

Vice-presidente

Cofundador do Canal Meio. Empreendedor, executivo e consultor com mais de 20 anos de experiência no mercado de tecnologia, mídia e digital. Pós-graduado em liderança organizacional pela Saïd Business School da Universidade de Oxford.

Marcelo_Zagon

Marzelo Zágon

Conselheiro

Diretor de operações do Congresso em Foco, formado em Comunicação Social pela FAAP e MBA em Marketing pela PUC de São Paulo, possui 20 anos de experiência em produção, marketing e comercial. Já passou por agências, empresas de distribuição e exibição cinematográfica.

Maristela_Crispim

Maristela Crispim

Conselheira

Formada em Comunicação Social pela Universidade Federal do Ceará (UFC), é jornalista há 32 anos, 24 deles no Diário do Nordeste, onde ganhou a maioria dos mais de 50 prêmios jornalísticos, como Prêmio BNB de Jornalismo em Desenvolvimento Regional, Prêmio Petrobras de Jornalismo Prêmio SIP – Derechos Humanos y Servicio a la Comunidad, entre outros. Faz parte da Rede Brasileira de Jornalismo Ambiental (RBJA) desde 2002, é mestre em Desenvolvimento e Meio Ambiente pela UFC, fundadora e editora-chefe da Agência de Conteúdo Eco Nordeste e cofundadora e diretora executiva do Instituto Eco Nordeste.

Maria_Martha

Maria Martha Bruno

Conselheira

Codiretora da Gênero e Número, está na organização desde 2018. Foi produtora fixa e freelancer da NBC News e Al Jazeera entre 2014 e 2020, correspondente do UOL em Buenos Aires entre 2012 e 2015, e repórter da Rádio CBN e do Globo de 2008 a 2012. Tem mestrado em Comunicação pela UFRJ e atualmente conclui uma pós-graduação na Texas A&M University, onde também dá aula.

Maria_Martha

Michel Silva

Conselheiro

Formado em Jornalismo pela PUC-Rio, Michel Silva, 29 anos, é nascido e criado na favela da Rocinha, no Rio de Janeiro. Em 2013, ajudou a fundar o Fala Roça, na Rocinha, um veículo de mídia impressa e digital. Já trabalhou com memória e fotografia no Instituto Moreira Salles, foi apurador na Record TV Rio e, em 2016 a 2017, atuou como correspondente local do The Guardian para cobrir assuntos sobre o legado dos Jogos Olímpicos para as favelas cariocas. A partir dessa experiência, cocriou o Favela em Pauta, um veículo de comunicação nativo digital focado em aprofundar pautas sobre favelas. Atualmente é diretor de jornalismo no Fala Roça e pós-graduado em Jornalismo Investigativo pelo IDP.

Rafael_Duarte

Rafael Duarte

Conselheiro

Jornalista formado pela UFRN desde 2005. Trabalhou nos principais veículos de mídia impressa do Rio Grande do Norte, como Diário de Natal, Tribuna do Norte e foi repórter especial do Novo Jornal. Atuou também como assessor de comunicação do Sindicato dos Bancários e Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras da Saúde. Coordenou o núcleo de novas mídias e audiovisual da secretaria municipal de Cultura de Natal e o setor de comunicação da secretaria de Planejamento do Governo do Estado. Atuou ainda no setor de criação e como redator de rádio e TV em campanhas eleitorais no Rio Grande do Norte, Mato Grosso e Ceará. Em 2017, fundou ao lado de mais três jornalistas a agência SAIBA MAIS, primeira agência de reportagem e jornalismo independente do estado. É autor da biografia O Homem da Feiticeira, a história de Carlos Alexandre.

Raquel_Salgado

Raquel Salgado

Conselheira

Formada em jornalismo pela Cásper Líbero, trabalhou por doze anos como repórter e editora na cobertura de economia e negócios, com passagens por Valor Econômico, Veja e Época Negócios. Fez mestrado em Mídia, Estratégia e Liderança na Medill – Northwestern University (Chicago) e, na volta ao Brasil, passou a atuar como executiva no setor de comunicação. Por cinco anos foi responsável pela estruturação da área de crescimento do JOTA, comandando os times de pré-vendas, vendas e customer success. Hoje é sócia e diretora de negócios do Reset, um veículo de jornalismo econômico, digital e independente, contemporâneo de uma transformação do capitalismo.

 

antonio juniao

Antonio Junião

Conselheiro

Diretor de Arte e Projetos da Ponte Jornalismo. Formado em Artes Visuais pela Unesp/Bauru, faz jornalismo ilustrado desde 1994. Colaborou como cartunista com Folha de S.Paulo, Estadão, Veja e Courrier International, entre outros veículos. É autor do livro infantil “Meu Pai Vai Me Buscar na Escola”, que recebeu o Selo Cátedra Unesco de Leitura e foi distribuído para escolas e bibliotecas públicas por meio do programa PNLD Literário 2018.

 

daniela moura

Daniele Moura

Conselheira

É fundadora do Maré de Notícias Online, versão digital do jornal, que desde 2009, é distribuído gratuitamente aos 140 mil moradores da Maré, maior conjunto de favelas do Rio. Jornalista pela Facha, foi repórter e editora no Canal Futura, TV Cultura e TV Globo. Vencedora do Prêmio Vladmir Herzog.

 

paulo andre vieira

Paulo André Vieira

Conselheiro

Diretor executivo da Associação O Eco, atua há 21 anos em projetos de jornalismo online, passando pelos sites NO, NoMínimo e Viva Favela. Liderou o projeto WikiParques e fez a produção executiva da websérie “Pé no Parque” e do filme “Sob a Pata do Boi” (2018). É formado em Produção Editorial pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), e concluiu as pós-graduações em Gerência de Marketing e Marketing Digital na ESPM, no Rio de Janeiro.

 

Equipe

Maia Gonçalves Fortes

Diretora-executiva

Formada em Ciências Sociais pela USP, trabalhou como pesquisadora em organizações não governamentais focadas em políticas públicas e direitos humanos. Há mais de 10 anos atua em cargos de gestão voltados a projetos, produtos e operações em organizações jornalísticas digitais. Antes da Ajor, trabalhou na Repórter Brasil e no Nexo Jornal.

Carla Egydio

Diretora de Relações Institucionais

Advogada formada em Direito pela Universidade Presbiteriana Mackenzie e em Ciências Sociais pela USP, pós-graduanda em Direito Legislativo pelo IDP. Atua com relações institucionais e advocacy em organizações não governamentais desde 2018, tendo experiência nas áreas da infância, juventude e educação.

Gerente de projetos na Ajor

Samanta do Carmo

Gerente-executiva

Cresceu na cidade de Carapicuíba, Região Metropolitana de São Paulo. É formada em Jornalismo pela Unesp e Filosofia pela UnB. Como repórter atuou principalmente na cobertura de política e de Congresso em Brasília. Passou por veículos como Último Segundo, Rádio Nacional, Tv Brasil, Azmina, Congresso em Foco e Intercept Brasil, onde foi coordenadora de Redação. Bolsista 2022 do programa Women Leadership Accelerator. Se dedica atualmente em apoiar editores, repórteres e videomakers em projetos editoriais e em implementar ferramentas de gestão adequadas para o jornalismo.
Géssika Costa

Géssika Costa

Coordenadora de Projetos

Formada em Jornalismo pelo Cesmac e especialista em Gestão de Conteúdo em Comunicação pela Univ. Metodista, trabalhou em sites, jornais impressos e rádios. Foi repórter da Agência Radioweb, diretora de multiplataformas da Agência Tatu, bolsista da Énois, correspondente no Portal Lunetas e freelancer para o Estadão e Portal Terra. É fundadora do Olhos Jornalismo, site de jornalismo independente de Alagoas.
Fernanda Giacomassi

Fernanda Giacomassi

Coordenadora de Comunicação

Jornalista formada pela ECA-USP e especialista em Jornalismo Multiplataforma pela Universidade da Coruña. Foi trainee no time de produtos e assinaturas no jornal espanhol La Voz de Galicia. Antes da Ajor, trabalhou no Grupo Nexo Jornal e na Editora Globo com estratégia digital, análise de audiência, gestão de redes sociais e comunidades.

Victor Oliveira Moura

Audrey Furlaneto

Editora da Newsletter Brasis

Jornalista e escritora, iniciou a trajetória em 2006 pela Folha de S.Paulo, onde foi repórter da coluna Mônica Bergamo, da editoria Ilustrada e da sucursal do Rio de Janeiro, além de colunista de televisão. Também foi repórter do jornal O Globo e colaboradora de veículos como revista piauí, Valor, Época, entre outros. Atuou como editora de cultura e comportamento no Meio e como editora-assistente no portal Hysteria. É autora de “Marielle – Uma Biografia”, audiobook da Storytel. 

Victor Oliveira Moura

Tainah Ramos

Assistente de Comunicação

Jovem jornalista com experiência em temas socioambientais e culturais. Colaborou com a Agência Pública e participou do projeto Lei.A | Conhecimento e ação pelo meio ambiente, observatório de leis ambientais e patrimônio cultural apoiado pelo Ministério Público de Minas Gerais. Formada na Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo (ECA/USP), foi aluna internacional da Escola Superior de Comunicação Social, em Lisboa.